Empréstimos com problemas bancários

As páginas dos jornais estão repletas de anúncios que prometem soluções rápidas e milagrosas, mas note que a maioria fornece um número de telemóvel e um apartado.

Se necessita recorrer a um empréstimo e tem problemas bancários (ou até falta da declaração de IRS), a nossa primeira recomendação é que tenha cuidado para não cair nas mãos de usurários com pagamentos de juros muito acima do razoável, que ao invés de solucionarem o seu problema financeiro, o agravam. No fundo, de forma resumida e direta queremos aconselha-lo a decidir com prudência e a não se envolver com quem lhe promete o que é impossível.

Vamos considerar todas as hipóteses para que a sua escolha possa ser a mais acertada. Se por porventura já tem outros créditos e está em incumprimento, isto é deixou de poder pagar as suas prestações, aconselhamos que junto de uma dessas instituições ou do seu banco, faça aquilo que se designa por “consolidação de créditos”. Ou seja, junte todos os seus créditos num único empréstimo e numa única mensalidade, que poderá renegociar e ver reduzida até 40%.

Consolidar Créditos é a Solução?

Vejamos um exemplo prático: na financeira [A] tem um empréstimo de 4.000 euros e paga uma prestação x euros e na financeira [B] tem um empréstimo de 3.000 euros e paga uma prestação de [X] euros (estamos a admitir que tem prestações em atraso).

Junta esses créditos num só, que neste caso seria de 7.000 euros e negoceia uma redução da prestação, com um prazo mais alargado. Deixa assim de estar em incumprimento, passando a ter uma situação legal de acordo com o esforço financeiro de que pode despender (taxa de esforço). Esta pode ser a primeira medida para obter um crédito com problemas bancários.

Caso tenha tido problemas no passado com a emissão de cheques sem cobertura e ficou, por isso, inibido de passar cheques e de contrair empréstimos junto da banca que alternativa poderá ter?

As inibições bancárias relativas a cheques demoram, habitualmente, cerca de 4 anos. Outros tipos de incidentes como letras (título de crédito), entre outros, têm de ser sempre justificados, para serem levantadas as inibições que dependerão muito do envolvimento e interesse que o cliente tem para o banco.

Para saber em que ponto está a situação basta apresentar o seu NIF (número de identificação fiscal) no seu banco ou no Banco de Portugal.

Como Conseguir o Crédito Fácil e Rápido?

Nesta fase do processo acredito que esteja impaciente, porque o que precisa é de um empréstimo pessoal rápido sejam quais forem os tipos de problemas bancários que tenha. E claro, não está para resolver tudo isso, quando o dinheiro é uma prioridade.

Como já referimos, tudo dependerá da forma como as coisas forem feitas. Ou seja, da clareza, compromisso, transparência e da importância que tem para o seu banco ou para outro banco. Sim, porque poderá decidir recorrer a outro banco que não o seu.

Nesse caso, tenha em conta que é possível financiar clientes com potencial risco de falha, contudo, o juro será um pouco mais elevado (risco de incumprimento) e terá necessidade de possuir fiadores credíveis que lhe possam dar o aval. Uma outra hipótese é hipotecar qualquer bem imóvel que possua em seu nome.

Ainda no que se refere à questão dos fiadores, é importante o acompanhamento por um gestor de conta. Seja ele, o gestor de conta dos próprios fiadores ou do banco pelo qual optou. Tal é aconselhável, na medida em que o mesmo poderá solucionar todos os seus problemas anteriores, concretamente, as questões pendentes (cheques sem cobertura, dívidas), etc.

Esta é uma solução prática e funcional evitando o recurso a usurários no seu pedido de empréstimo. Os fiadores não têm necessariamente que ser “milionários”, mas sim pessoas que nunca tiveram incidentes bancários, que trabalham ou vivem de rendimentos, possuem IRS e credibilidade.

De uma forma simples, sem falsas promessas, apresentamos-lhe a forma de conseguir um empréstimo, mesmo com problemas bancários e simultaneamente, forma de os solucionar.

Estamos cientes de lhe prestar a melhor ajuda, pois é essa a nossa função e o nosso empenho.

About Finanças Pessoais
Aqui vai encontrar as melhores informações sobre Finanças Pessoais. Aprenda a poupar, a ganhar, a investir, a viajar e muito mais...

1 Comment on Empréstimos com problemas bancários

  1. Teresa Carvalho // 31/01/2012 at 14:06 //

    Boa tarde, preciso de um credito para pagar outros, a divida ronda os 35.000 mais ou menos, só que não consigo devido ao Banco de Portugal porque a minha ideia é pagar estes e ficar a pagar só um.

    Preciso mesmo para resolver a minha vida financeira de uma vez por todas.

    Obrigado

Leave a comment

Your email address will not be published.

*