Conseguindo um Empréstimo no Banco do Brasil

Com a economia mais estável e as facilidades eletrônicas, conseguir um empréstimo no Banco do Brasil está cada vez mais fácil. Se você deseja reforçar o orçamento, fazer compras à vista e ganhar descontos, cobrir despesas inesperadas ou até mesmo trocar de casa ou carro, o Banco do Brasil tem uma opção para a sua necessidade.

Ofertas de Empréstimo no Banco do Brasil

O primeiro passo para conseguir acesso ao crédito é ter uma conta no Banco do Brasil. Com isso você terá oportunidade de escolher em ter as várias opções de empréstimos oferecidas pelo banco. Atente para as taxas de juros cobradas, que podem variar muito, e são maiores conforme a facilidade de se conseguir esses empréstimos.

Não esqueça do IOF, Imposto sobre Operações Financeiras, que aumenta em cerca de 1,5% ao ano o valor do total a ser pago. Também é bom lembrar que o acesso ao crédito está sujeito a aprovação cadastral, mas vencida essa etapa você  pode escolher entre:

  • Crédito automático: deve-se possuir limite de crédito disponível para conseguir esse empréstimo. A contratação pode ser feita nos caixas eletrônicos, site (bb.com.br), pela Central de Atendimento e pelo celular. O crédito depositado na hora em sua conta e as parcelas são debitadas diretamente na sua conta corrente. A taxa de juros desse empréstimo é de 2,23% ao mês, mais o IOF de 1,5% ao ano.
  • Crédito Consignado: a empresa em que você trabalha deve ser conveniada com o Banco do Brasil para se ter acesso a este empréstimo. As parcelas já vêm descontadas em folha e pode-se começar a pagar após seis meses do contrato. As taxas de juros variam conforme os convênios banco-empresa, mas, em geral, são mais baixos que as outras modalidades de empréstimos.
  • Veículo como garantia: nessa modalidade você consegue emprestar até 40% do valor de seu veículo (carro ou moto), que fica como garantia do empréstimo. O carro não deve ter mais de dez anos e a motocicleta deve ser de 250cc (ou superior) e ter menos de quatro anos. A taxa de juros é de 3,82 ao mês, mais IOF de 1,5 ao ano.
  • Microcrédito: para pessoas que recebem até R$ 1000,00 mensais, aposentados e pensionistas do INSS. Você tem 180 dias para começar a pagar. As taxas de juros são entre 0,99% e 1,8% ao mês, mais IOF de 1,5%.
  • Antecipações: também existe a opção de se fazer o adiantamento do 13º salário, ou da restituição do Imposto de Renda. Você consegue adiantar até 80% do valor do décimo. Essa opção é para as pessoas que recebem seus salários pelo Banco do Brasil. A taxa de juros é entre 2,81% e 4,15% e o IOF de 1,5%.
  • Financiamentos de bens e serviços: esses empréstimos possibilitam uma série de opções que vão do financiamento de um novo computador, pagamento de cheque especial, material de construção, viagens e aparelhos para pessoas com deficiências. As taxas variam em torno de 3% e 4%, conforme o valor do bem e o prazo de pagamento, e o IOF se matem em 1,5%.

Essas são as modalidades de empréstimos mais comuns e menos burocráticas para se conseguir um empréstimo no Banco do Brasil. Vale lembrar que ao fazer um empréstimo pela internet, ou caixa eletrônico, devemos ter cuidado com as taxas de juros, uma vez que elas costumam ser maiores do que se negociadas com a gerência.

Na dúvida marque uma conversa com seu gerente do Banco do Brasil e descubra qual a melhor opção para você.

About Finanças Pessoais
Aqui vai encontrar as melhores informações sobre Finanças Pessoais. Aprenda a poupar, a ganhar, a investir, a viajar e muito mais...

Leave a comment

Your email address will not be published.

*