Um Autônomo Consegue Fazer um Empréstimo?

Trabalhar como autônomo e necessitar de crédito pode ser sinônimo de uma verdadeira batalha contra a burocracia e os juros altos.

Taxistas, cabeleireiros, carpinteiros, e um grande número de profissionais liberais, se vêem às voltas com exigências que chegam a desanimar.

Com a via crucis imposta pelos bancos e financeiras, os agiotas, que impõe as taxas de juros que queiram, acabam por ser a luz no fim do túnel.

Mas, gradativamente este quadro vem sofrendo alterações, passando a ser mais fácil  para um trabalhador independente conseguir dinheiro emprestado numa instituição. Basta que se cumpra uma lista de pré-requisitos para ter a possibilidade de acesso ao crédito.

Requisitos Para Fazer Empréstimo

Os pré-requisitos incluem uma declaração de renda, que pode ser feita com um contador (este com credencial tipo DECORE ou PRO-LABORE). A declaração deve ter em anexo a movimentação financeira do últimos três meses, comprovada através de um extrato bancário. As instituições financeiras que vêm promovendo esta opção também exigem cheque como garantia.

E, ainda, que se tenha telefone residencial no próprio nome, ou no de parentes, e que a conta bancária esteja aberta há mais de seis meses. Há que preencher uma ficha cadastral, e algumas financeiras não demoram mais que noventa minutos para fazer a análise para a aprovação, ou não, do crédito.

Se concedido o empréstimo, o pagamento poderá ser feito em até 24 parcelas, com cheques pré-datados, ou por boletos bancários.

Outras opções para que um autônomo tenha acesso a crédito pode ser o limite do cheque especial, ou o cartão de crédito. Vale também, “cultivar” um bom relacionamento com o gerente da conta bancária, e tentar um crédito pessoal.

Este bom relacionamento deve ser considerado, principalmente, porque este tipo de empréstimo é tido como de alto risco para os bancos. E apesar de alguns, como o Real e Caixa Econômica Federal, começarem a ser mais flexíveis, a burocracia pode ser menor se o título do empréstimo for “pessoal”.

É relevante observar que mesmo que seja feita a concessão do empréstimo para um profissional liberal, os juros cobrados num banco podem chegar a números que tornam o empréstimo inviável.

Outro fator que leva ao pagamento de juros altos é a pressa. Analisar o mercado, utilizando os simuladores de crédito na internet, por exemplo, pode ser o caminho para a localização da melhor oferta.

About Finanças Pessoais
Aqui vai encontrar as melhores informações sobre Finanças Pessoais. Aprenda a poupar, a ganhar, a investir, a viajar e muito mais...

Leave a comment

Your email address will not be published.

*