O Que Precisa Saber Antes de Contratar Um Crédito Pessoal

Se não costuma ligar a esses assuntos do dinheiro ou está agora a começar a utilizar dinheiro e Cartões de Crédito, este artigo é para si.

Os Cartões de Crédito podem parecer um milagre dos nossos tempos, que substituem o dinheiro e que permitem comprar tudo aquilo que queremos. Nada mais errado…

Um cartão de crédito não é um substituto de dinheiro, mas antes um empréstimo pessoal que precisa de pagar com os seus rendimentos futuros.

Definição de crédito pessoal

Sempre que fazemos uma compra imediatamente e apenas pagamos nos próximos tempo, estamos a comprar a crédito.

O objectivo do crédito é precisamente fazer compras com dinheiro que ainda não tem disponível.

No entanto, as instituições financeiras não andam neste negócio para perder dinheiro e por isso, antes de lhe fazerem os empréstimos pessoais, verificam a sua capacidade de pagar até ao último cêntimo. Se eles não confiarem, não lhe emprestarão o dinheiro necessário.

Como medir a confiança no crédito pessoal

Os bancos têm vários factores em conta quando determinam a nossa capacidade de pagar os créditos pessoais, sendo a mais comum o histórico de crédito dos clientes.

A forma como pagámos os créditos no passado é o factor mais importante para prever se conseguirá um crédito pessoal, o seu montante e as condições de pagamento.

Quando não tem histórico de crédito, o que acontece a maioria das vezes a quem deseja comprar casa e precisa de um crédito à habitação, os bancos olham para outros factores, tais como:

  • Rendimentos enquanto trabalhador, quanto mais elevados, melhor.
  • Tipo de contrato de trabalho, quanto mais seguro o trabalhador, melhor.
  • Obrigar a um fiador que se responsabiliza por pagar as dívidas em caso de incumprimento da pessoa que pediu o crédito pessoal.

Como funciona o crédito pessoal

Para conseguir crédito numa instituição financeira é necessário:

  • Fazer uma candidatura para formalizar o pedido.
  • Com os dados pessoais as instituições vão procurar conhecer o passado do possível cliente.
  • Se for aprovado, o crédito é concedido.
  • Se não for, o crédito não é concedido.

Se tudo correr bem irá assinar um contrato com vários termos de utilização do crédito, com várias regras, tais como:

Quando ultrapassamos os limites de crédito Impostos no contrato, há normalmente uma penalização monetária.

crédito pessoal aprovado

Depois do crédito pessoal ter sido aprovado, o banco fornece-lhe o método com que irá gastar o dinheiro, por exemplo um cartão de crédito.

Periodicamente irá receber uma carta do banco a indicar quanto dinheiro gastou e quanto dinheiro está a dever, entre outras informações importantes.

O crédito pessoal pode ser uma boa forma de comprar algumas coisas, desde que não fique refém dos juros cobrados pelos atrasos nos pagamentos.

A importância de bom historial de crédito pessoal

A nossa sociedade está cada vez mais dependente do crédito pessoal para fazer compras e tomar decisões relativamente ao futuro. Os créditos pessoaisnão têm de ser necessariamente maus, desde que sejam utilizados de forma correcta.

Como não sabemos se vamos necessitar de crédito pessoal amanhã, o melhor é garantirmos que conseguimos ter sempre um historial de créditos pessoais limpa. É a diferença entre conseguirmos ter um crédito pessoal aprovado ou não.

Aqui ficam algumas áreas da vida em que é possível utilizar o crédito pessoal de forma correcta.

Comprar casa

Praticamente ninguém conseguirá comprar casa sem recurso a um crédito à habitação, por isso é importante conseguir assegurar um crédito pessoal e para isso precisa de ter um bom historial de crédito.

Se os bancos considerarem que não tem capacidade para pagar o empréstimo pessoal, não lhe vão dar o crédito.

Se os bancos considerarem que apresenta risco elevado para o pagamento do empréstimo pessoal, vão apresentar-lhe condições menos favoráveis, normalmente com custos superiores.

Comprar carro

Comprar carro sem recurso ao crédito já é mais fácil de fazer para um número maior de pessoas, mas a maioria da população necessita de um empréstimo para poder ter um automóvel, seja um carro novo ou um carro usado.

Nestes empréstimos funciona a mesma regra do crédito habitação:

  • Se tem bom historial de crédito, consegue boas condições.
  • Se tem mau historial de crédito, não consegue boas condições.

Montar um negócio próprio

São muitas as pessoas que sonham em ter um negócio próprio, mas são poucas as que conseguem fazê-lo sem recorrer ao crédito pessoal. Nestes casos, somos obrigados a garantir um empréstimo para iniciarmos essa aventura.

Sem bom historial de crédito (ou dinheiro vivo) é um sonho que não conseguirá realizar.

O crédito pessoal pode ser bem utilizado, para as finalidades importantes, desde que não caia no erro de começar a comprar tudo a crédito e ficar endividado. Até utilizar os Cartões de Crédito podem trazer benefícios.

Como construir um bom historial de crédito pessoal

O crédito pessoal é muito importante na vida das famílias, conheça a importância de ter um bom historial de crédito pessoal, para poder comprar certos bens que não conseguiria fazê-lo se tivesse de juntar o dinheiro todo antes da compra.

Se não tivermos um bom historial de crédito pessoal não conseguiremos um empréstimo para comprar casa, para comprar carro e para qualquer outra necessidade importante na nossa vida.

Aqui ficam algumas dicas para conseguir ter sempre um bom historial nos créditos pessoais.

Peça crédito pessoal que possa pagar

Um dos piores erros que pode cometer em qualquer empréstimo pessoal é pedir mais dinheiro do que aquele que pode pagar, mesmo que o banco lho empreste.

Se achar que a mensalidade é muito elevada e pode correr algum risco de não conseguir pagar a totalidade do crédito, peça um valor mais baixo.

É preferível pedir um empréstimo a seguir ao outro, mas conseguir pagar os dois, do que pedir um crédito pessoal de valor mais elevado e depois não conseguir cumprir com as suas obrigações.

O primeiro irá garantir que tem um historial de crédito limpo enquanto o segundo irá manchar o seu credit score para sempre.

Utilizar apenas parte do crédito pessoal

No caso dos Cartões de Crédito nunca deve aproximar-se dos limites máximos de crédito, nem mesmo aproximar-se desse valor, porque a probabilidade de não conseguir pagar uma das mensalidades é muito elevada e depois de entrar num estado de endividamento é muito complicado sair.

As instituições de crédito sabem que os clientes que utilizam o crédito máximo na sua totalidade têm maiores probabilidades de não conseguirem cumprir as suas obrigações, pagando assim mais juros (o que não é necessariamente mau para essas instituições).

Pague o crédito pessoal sempre a tempo

Se segue a regra de pedir emprestado apenas o dinheiro que pode pagar sem grandes dificuldades, isto não deverá ser um problema.

Pagar na totalidade o crédito pessoal mostra que é capaz de cumprir os seus compromissos, o que é importante quando necessitar de contrair um novo empréstimo pessoal.

Pagar a tempo e horas irá aumentar o seu historial de crédito

Estes conselhos aplicam-se a qualquer tipo de crédito pessoal e serão úteis para impedir que um pequeno erro possa estragar o crédito para o resto da sua vida.

Quando Recorrer a Crédito Pessoal?

Já se sabe que devemos tentar pagar a pronto todos os produtos e serviços que queremos comprar. Mesmo assim são cada vez mais as pessoas a pedirem um crédito pessoal para fazerem face a alguma despesa para a qual não podem pagar imediatamente.

Embora existam despesas onde não se justifica endividar-se (precisa mesmo de ir de férias para o estrangeiro, se não tem dinheiro? Precisa mesmo de ter uma televisão LCD, que não possa esperar uns meses?) existem casos de força maior onde tem mesmo de recorrer ao crédito (operações de urgência ou obras de emergência em casa).

Se ainda não tem um fundo de emergência para estas despesas, procure um amigo ou familiar que lhe possa emprestar dinheiro a uma taxa de juro mais baixa do que aquela que encontra em empresas especializadas. Se não conseguir, então procure um crédito pessoal que o possa ajudar a ultrapassar essa fase mais difícil:

Os serviços prestados pelas empresas de crédito pessoal variam entre elas, mas normalmente:

  • É preciso hipotecar os seus bens como garantia, em empréstimos elevados.
  • Fazer um seguro de vida no mesmo valor do empréstimo.

Deve comparar as taxas de juros do crédito pessoal e analisar também as comissões que cobram durante a duração do empréstimo. É importante que não se endivide mais do que 25% do seu rendimento.

Escolha a duração mais curta que conseguir, para pagar o empréstimo do crédito pessoal. Embora com uma mensalidade mais elevada, poupa nos juros.

Se conseguir, amortize também o crédito pessoal antecipadamente. Os bancos aplicam-lhe uma penalização por este pagamento, mas está também a poupar nos juros que ia pagar, na totalidade do empréstimo.

Em caso de necessidade especial e de não conseguir encontrar mais nenhuma alternativa para ter algum dinheiro extra, então recorra ao crédito pessoal.

About Finanças Pessoais
Aqui vai encontrar as melhores informações sobre Finanças Pessoais. Aprenda a poupar, a ganhar, a investir, a viajar e muito mais...

Leave a comment

Your email address will not be published.

*