Tudo o Que Precisa Saber Sobre Empréstimos Pessoais

Os empréstimos pessoais não são mais do que um empréstimo de dinheiro que uma instituição financeira faz a um particular para o utilizar para uma grande variedade de motivos.

Conheça as vantagens dos empréstimos pessoais e também os tipos de empréstimos que existem no mercado, consoante as suas necessidades.

Alguns dos exemplos mais comuns da aplicação de empréstimos pessoais, incluem:

  • Comprar um carro
  • Fazer obras em casa
  • Comprar férias
  • Comprar electrodomésticos
  • Pagar dívidas

Pagamentos dos empréstimos pessoais

A pessoa que contraiu o empréstimo pessoal necessita de fazer pagamentos mensais para abater a totalidade da dívida. No entanto, em cada pagamento mensal pagará uma taxa de juro que servirá para que a instituição financeira ganhe dinheiro com esse empréstimo.

Vantagens do empréstimo pessoal

A grande vantagem dos empréstimos pessoais é que conseguimos comprar certos produtos e serviços sem termos de acumular todo o dinheiro antes da compra.

Se precisar de comprar um carro para utilizar imediatamente e não tiver dinheiro para o fazer, através de um empréstimo pessoal poderá fazê-lo sem ter de juntar dinheiro durante vários anos.

O caso mais flagrante é o da habitação própria, uma vez que seria praticamente impossível para o cidadão comum ter uma casa sua se necessitasse de ter o dinheiro todo antes da compra.

Tipos de empréstimos pessoais

Existem vários tipos de empréstimos pessoal, sendo os mais comuns:

  • Taxas de juro fixas – as mensalidades são sempre do mesmo valor até ao final do empréstimo.
  • Taxas de juro variáveis – estas taxas são normalmente mais baixas do que as taxas fixas inicialmente, mas ao longo dos anos podem ser ajustadas consoante as taxas de referência dos mercados e acabará por não compensar.

Empréstimos pessoais com e sem garantias

Existem créditos onde não necessita de dar nenhuma garantia hipotecária e no caso de não pagar o empréstimo, o banco não tem nada para compensar a falta de pagamento.

Os créditos com garantias incluem uma hipoteca de algum bem e o empréstimo é feito calculando a percentagem do valor do bem hipotecado. Se não pagar o empréstimo então o banco ficará com os seus bens.

Duração do empréstimos pessoal

Os empréstimos pessoais sem garantias são mais curtos, tipicamente entre 12 a 48 meses.

Os empréstimos pessoais com garantias demoram tanto tempo quanto o tipo de hipoteca que é feita. Se for uma casa, demorará dezenas de anos.

Valor dos empréstimos pessoais

O valor do empréstimo pessoal depende da instituição financeira, do tipo de crédito e das garantias que consegue dar quanto ao pagamento total do empréstimo pessoal.

Os empréstimos pessoais sem garantias hipotecárias são de valores inferiores, entre 100€ até 20.000€ ou um pouco mais.

Os empréstimos pessoais com bens hipotecados poderão ser de centenas de milhares de euros, dependendo de vários factores importantes.

Características dos empréstimos pessoais

Existem várias instituições financeiras que oferecem uma enorme variedade de créditos ao consumo e são cada vez mais sofisticadas.

Actualmente é possível pedir um empréstimo pessoal pela Internet ou pelo telefone, sem sair de casa.

Se fizer transferências bancárias automáticas poderá baixar os juros que são cobrados, entre outras aplicações que poderá negociar com as instituições para conseguir um negócio mais interessante para si.

O objectivo das instituições financeiras é garantir que o cliente lhes paga tudo o que pediu e ainda mais os juros, que é onde está o verdadeiro negócio.

Os empréstimos sem garantias têm normalmente taxas de juro mais elevadas do que os empréstimos com hipoteca de bens, que garantem maior segurança às instituições financeiras.

Empréstimo Pessoa Com Boas Taxas de Juro

Continua a ser possível conseguir encontrar um empréstimo pessoal com baixas taxas de juro no mercado, precisa de procurar nos canais que garantem menos custos para as instituições financeiras.

As empresas mais pequenas que estão presentes na Internet conseguem normalmente garantir taxas de juro mais baixas do que os grandes bancos com todos os custos do seu peso.

Mostrar garantias para o empréstimo pessoal

Qualquer que seja o tamanho da instituição com que pretende trabalhar, será sempre obrigado a mostrar as suas condições de pagamento do crédito, nomeadamente mostrando o seu vínculo contratual à sua empresa actual.

Antes de começar a procurar qualquer instituição financeira, procure conhecer o seu score de crédito para saber até que quantidade de valor pode pedir no seu empréstimo pessoal.

Aqui ficam as alternativas mais baratas para um empréstimo pessoal com baixas taxas de juro.

Empréstimo pessoal na família

A forma mais barata de conseguir um empréstimo pessoal é pedir a algum familiar ou a um amigo que lhe consigam proporcionar crédito a baixo custo.

Micro créditos para empréstimos pessoais

Se necessita de pouco dinheiro emprestado, analise a opção do micro crédito disponíveis no mercado, porque estão construídos para juros mais baixos e incentivar o próprio emprego.

Empréstimos pessoais on-line

A Internet veio criar novas empresas nesta área que operam exclusivamente on-line ou através de telefone, conseguindo assim baixar os custos de funcionamento, não abrindo balcões em todo o país, favorecendo quem necessita de um empréstimo pessoal mais barato.

Consultores financeiros

Existem cada vez mais empresas de consultoria financeira que fazem o trabalho de analisar as taxas de juro mais baixas do mercado e apenas tem de pagar quando eles descobrem a melhor solução para si.

Estas empresas analisam desde crédito ao consumo até às hipóteses de crédito consolidado, se estiver em situações de dívida grave.

Utilize a tecnologia para conseguir baixar os juros do seu empréstimo pessoal.

Como conseguir um empréstimo pessoal de curta duração

Continua a necessitar de preencher toda a documentação para se poder candidatar a um empréstimo pessoal com as melhores condições para si.

Quanto mais simples for o crédito, menos são os dados que necessita de dar, mas tem sempre de provar que consegue pagar o dinheiro que vai pedir emprestado.

O mais útil é sempre ter um emprego estável para garantir o pagamento das prestações mensais à instituição financeira.

Além disso é obrigado a dar todos os seus dados pessoais e financeiros relevantes para conseguir um empréstimo pessoal, como por exemplo saber se já contraiu algum empréstimo que ainda não tenha terminado de pagar.

Como ter o dinheiro do empréstimo pessoal

A vantagem que a tecnologia trouxe neste negócio é que permite ter o dinheiro na sua conta em poucos dias, assim que for aprovado pela instituição financeira (o que também é rápido).

Com certeza já viu publicidade de empresas de crédito que garantem a aprovação imediata e o dinheiro na conta em 24h. Embora nem sempre seja assim o caso, está muito mais rápido do que antigamente.

Prestações do empréstimo pessoal

Um empréstimo pessoal de curta duração funciona normalmente desde 8 dias até pouco mais de 1 mês, por isso precisa de se preparar para fazer o pagamento nesse período de tempo.

Claro que, na altura de pagar o empréstimo, necessita de ter lá o dinheiro que pediu mais os juros calculados na altura do empréstimo. Não se esqueça disso, porque senão irá pagar multas e outras taxas.

Os empréstimos pessoais de curta duração são uma boa forma de conseguir o dinheiro imediatamente, mas não se esqueça que a contrapartida é ter o dinheiro para pagar a dívida poucos dias após o empréstimo.

Aqui não existem pagamentos mensais, é esperado que pague tudo o que pediu, mais os juros, no final do prazo de pagamento do empréstimo pessoal. Não peça mais dinheiro do que aquele que pode pagar, porque senão entra numa situação de dívida que poderá ser difícil de sair.

Objectivo dos empréstimos pessoais longos

A indústria de crédito reconhece três razões principais para um particular pedir um empréstimo pessoal de longa duração.

São elas:

Estes empréstimos pessoais não costumam necessitar de hipoteca de imóveis, o que faz deles produtos apetecíveis para pessoas que não tenham este tipo de garantias para dar aos bancos.

Empréstimo pessoal com taxas de juro elevadas

Ao contrário dos empréstimos hipotecários, caso do crédito à habitação onde existe sempre a casa como garantia do pagamento, o empréstimo pessoal é uma dívida sem garantias de pagamento por isso a instituição financeira necessita de acreditar que o cliente tem dinheiro para pagar o empréstimo pessoal até ao fim.

A forma encontrada pelas empresas para minimizar o risco foi cobrar juros muito altos, os mais altos do mercado, para quem necessita de um empréstimo pessoal deste tipo.

Empréstimo pessoal finito ou continuado

Existem clientes com crédito elevado que podem utilizar uma linha de crédito continuada em que o cliente vai pedindo dinheiro emprestado à medida que vai necessitando.

O mais comum é o empréstimo pessoal com prazo definido, onde se espera que o cliente pague a totalidade do empréstimo, mais os juros, até um determinado prazo estabelecido na abertura do contrato.

Impostos dos empréstimos pessoais

Um empréstimo pessoal não é dedutível em impostos, ao contrário do crédito à habitação. Estes empréstimos funcionam como as dívidas do cartão de crédito mas normalmente com taxas de juro mais baixas.

Se tem também dívidas com o cartão de crédito opte por um crédito consolidado para conseguir baixar o valor mensal dos pagamentos. É importante depois que não volte a endividar-se com os cartões de crédito.

Garantias necessárias para o empréstimo pessoal

Como não existem os bens imóveis para dar como garantia, é necessário preencher muita documentação para provar que conseguirá pagar o crédito pessoal até ao final.

Nomeadamente, precisa de mostrar:

  • Rendimentos
  • Dívidas actuais
  • Despesas actuais

O empréstimo pessoal de longa duração não é tão fácil de garantir como os empréstimos para a compra de casa, mas poderão ser úteis em determinadas ocasiões em que não encontre alternativas mais baratas.

Como calcular os pagamentos num empréstimo pessoal

As instituições financeiras calculam os juros dos empréstimos pessoais usando uma forma de juros simples. Significa isso que o juro é uma percentagem do valor emprestado.

Exemplo prático

  • 2400€
  • 12% de juros
  • Pagamento em 3 anos

Calcular valor dos juros no final do empréstimo pessoal

A primeira coisa a fazer é multiplicar o valor do empréstimo pessoal pela taxa de juro e pelo número de anos do empréstimo.

Neste caso seria:

  • 2400€ x 0,12 x 3

Iríamos pagar um total de 864€ de juros no final do empréstimo pessoal.

Calcular valor total do empréstimo pessoal

Para calcular quanto irá pagar pelo empréstimo, basta adicionar o valor dos juros ao valor do empréstimo inicial.

Neste caso:

  • 2400€ + 864€ = 3264€

Converter o empréstimo pessoal em meses

Para saber exactamente quanto vai pagar por mês é necessário multiplicar o número de anos por 12 meses, neste caso 12 x 3 para fazer os 36 meses.

Deve fazer os cálculos inicialmente em anos, porque as taxas de juros são normalmente anuais.

Depois é necessário dividir o valor total do empréstimo pelo número de meses para saber exactamente qual será a mensalidade.

No nosso exemplo, temos:

  • 3264€ / 36 meses

O pagamento mensal seria de 90,66€

Variações do empréstimo pessoal

Este exercício é útil para poder comparar números diferentes de anos para pagar os empréstimos pessoais.

Pode ver quanto pagará por mês se pagar o em 2 anos, ou em 4 anos. A regra é:

  • Quanto menos durar o empréstimo pessoal, menores os juros e maior o valor a pagar mensalmente.
  • Quanto mais durar o empréstimo pessoal, maiores os juros e menor o valor a pagar mensalmente.

Consoante os resultados poderá tomar uma decisão que encaixe na sua disponibilidade financeira para cumprir os pagamentos sem mácula, caso necessite mesmo de contrair um empréstimo pessoal.

Como poupar dinheiro amortizando um empréstimo pessoal

É possível poupar centenas e até milhares de euros fazendo a amortização antecipada de um empréstimo pessoal. Existem várias alternativas para pagar um empréstimo antes dele acabar no prazo normal.

Penalizações dos empréstimos pessoais

Antes de iniciar este processo, de preferência antes do empréstimo ser contraído, deve analisar as penalizações por amortização antecipada.

Parece não fazer sentido que os bancos não queiram que os clientes paguem os empréstimos antes do tempo, mas na realidade é mesmo isso que eles querem porque quanto mais anos estivermos a pagar um empréstimo, maior é o valor que temos de devolver no final do prazo.

É necessário ter atenção porque as penalizações podem anular completamente o factor da amortização antecipada do empréstimo pessoal.

Conhecer os detalhes do empréstimo pessoal

O primeiro passo é conhecer os termos negociados no empréstimo pessoal, para saber exactamente quantos meses ainda lhe faltam e qual o valor ainda em dívida.

Conheça também qual a parcela da mensalidade que está a ir para o capital em dívida e qual a parte que está a ir para o pagamento dos juros.

Conhecer o valor que necessita de pagar para terminar o empréstimo pessoal, assumindo que pagaria tudo o que falta de uma só vez.

Pagamentos extra no empréstimo pessoal

Procure saber se pode fazer pagamentos extra na mensalidade actual para abater a dívida mais rapidamente, abatendo também os juros que pagaria no final do empréstimo.

Outra hipótese é fazer uma elevada amortização anual para acelerar o pagamento do empréstimo pessoal. Se for suficientemente grande pode abater anos e juros da dívida final.

Se estiver a pensar fazer isto para um empréstimo pessoal de crédito habitação analise também as consequências em termos de impostos, já que existem benefícios fiscais para as amortizações anuais de compra de casa própria.

Amortizar antecipadamente um empréstimo pessoal é excelente porque são poucos os investimentos que conseguem superar em retorno aquilo que conseguirá poupar nestes juros bastante elevados.

 

About Finanças Pessoais
Aqui vai encontrar as melhores informações sobre Finanças Pessoais. Aprenda a poupar, a ganhar, a investir, a viajar e muito mais...

Leave a comment

Your email address will not be published.

*