Aprenda Como Investir Com Toda a Calma do Mundo

Como investir com calma? Existem muitos investidores que não conseguem dormir à noite se não tiverem a certeza de que o seu dinheiro está seguro, enquanto outros investidores estão dispostos a arriscar bastante mais nos seus investimentos.

Os nossos cérebros entram em pânico

Cada um de nós reage de forma diferente quando os investimentos no mercado estão a correr de forma contrária ao que esperávamos.

Existem várias hipóteses, como por exemplo:

  • Vender o mais rápido possível e guardar o dinheiro num sítio seguro
  • Investir num produto menos arriscado (como obrigações)
  • Esperar que o mercado dê a volta a médio ou longo prazo
  • Investir mais durante o período mau, porque agora é que aparecem as oportunidades

Mesmo com todos os cálculos matemáticos e todos os computadores do mundo, é impossível prever o risco com 100% de certeza. A maioria dos intervenientes não previu a crise que vivemos neste momento devido ao crédito subprime.

Como os investidores particulares não têm acesso a essas ferramentas, acabam por confiar em primeiro lugar nos seus instintos. No entanto, os cientistas de comportamento já provaram que esses instintos são altamente errados para mercados porque os nossos cérebros sofrem muito mais quando estamos a perder do que se congratulam com as nossas vitórias.

Com este comportamento, assim que um investimento corre pior, a tentação é vender imediatamente perdendo o dinheiro que poderia recuperar se conseguisse manter a calma.

A regra de como investir correctamente diz que devemos comprar barato e vender caro, mas quando os mercados estão em baixo durante algum tempo, os investidores não conseguem comprar devido às suas emoções.

Quando vivemos períodos complicados de mercado, passamos a sobrestimar os riscos e a acompanhar diariamente as oscilações do mercado, o que faz com que a percepção do risco seja ainda maior.

Os preços dos investimentos estão constantemente a subir e a descer, por isso quando acompanhamos esses movimentos em tempo real, o nosso cérebro fica com a mensagem de que o mercado está perigoso e é melhor procurar outro sítio onde investir.

Uma das formas mais eficientes de baixar a ansiedade quanto ao risco, se sofre muito com este comportamento, é controlar a forma como olha para os seus investimentos.

Num estudo feito, os investidores que sofriam menos com o risco eram aqueles que apenas olhavam para os seus investimentos uma vez por ano. Quanto mais controlavam os investimentos, maior era a tentação para vender rapidamente em tempos de crise temporária.

Não Invista Com a Multidão

Para investir com calma é preciso controlar o cérebro nos investimentos para sobreviver aos tempos de crise temporária que todos os mercados sofrem, já que o cérebro empurra os investidores a venderem as acções em tempos de crise, mesmo que manter a sua posição no mercado trouxesse benefícios a longo prazo, que é o prazo que devemos pensar quando investimos no mercado.

Outro dos problemas da maioria dos investidores que deveria investir com calma, é seguir a multidão. Principalmente porque pensamos que, se toda a gente está a ir numa determinada direcção, o melhor é seguirmos também.

Se um investir vê que todo o mercado está vender uma determinada acção, então vai também vender, mesmo que não tivesse intenção de o fazer. É um movimento que se vê constantemente nos mercados e se acentua em tempos de dificuldades.

Não é fácil ser o único a manter a carteira quando se vê que toda a gente está a vender, mas a menos que tenha informações que ache fiáveis para fazer uma venda, mantenha-se confiante nas suas decisões e não venda só porque todos os outros o estão a fazer.

O mesmo se deve dizer da compra de títulos. Apenas porque viu um anúncio publicitário de um novo título ou fundo de investimento, não quer dizer que tenha de comprar porque todos estão a investir no mercado naquele momento.

Mantenha-se o mais possível informado, porque a informação é poder, mas ao mesmo tempo deve conseguir separar aquilo que é informação relevante daquilo que são apenas correntes de opinião que influenciam os menos informados, que acham que fazer o que todos fazer é o movimento acertado.

Veja também o artigo que explica que não devemos sobrevalorizar o tempo que passamos fora do mercado de capitais, porque as estatísticas e a história favorecem aqueles que se conseguem manter imperturbáveis. Se quer aprender mais sobre investimentos na bolsa, veja como investir em acções..

Porquê Investir no Mercado em Baixa

Investir correctamente passa por mantermos a calma durante os períodos em que o mercado está em baixo e também por não seguir a multidão nos investimentos.

Muitos investidores não sabem que é menos vantajoso estar fora do mercado quando este tem grandes subidas, do que estar no mercado quando os investimentos começam a baixar. A longo prazo, a estatística funciona a favor de todos aqueles que conseguem manter a calma e não vender ao desbarato assim que aparecem os primeiros problemas.

As melhores alturas para investir é quando o mercado está em baixa e existem autênticas promoções em empresas que são saudáveis e que recuperarão assim que o ciclo voltar a subir. As acções sobem e descem diariamente, para fazermos dinheiro precisamos estar nas subidas e para isso temos de estar presentes no mercado quando este está em tempos conturbados.

Nem mesmo os profissionais, que vivem diariamente nos mercados de capitais, conseguem prever as alterações de mercado com sucesso, por isso é importante focarmos os nossos negócios e investir em acções fundamentais de empresas sólidas que estejam com preços de saldo.

Quando o mercado afunda, também os preços e os ganhos das empresas vêm por aí abaixo. Nessa altura, podemos comprar ao preço mais baixo e desfrutar das suas subidas.

Durante o último crash estudado, no mês de Outubro de 1987, se tivesse um fundo de investimento do índice S&P 500 teria perdido 23% só nesse mês. No caso de ter vendido os investimentos teria perdido esse dinheiro, mas se tivesse mantido a calma tinha conseguido recuperar as perdas em 20 meses. Depois vieram as grandes subidas com retornos de 15% ao ano durante os 10 anos seguintes.

Investir com calma é tão difícil agora como era há duas décadas atrás, mas a matemática prova que os vencedores foram os que se mantiveram calmos e não deixaram de investir só porque aconteceu um evento terrível em termos financeiros. Se quer aprender mais sobre investimentos na bolsa, veja como investir em acções e comece a investir imediatamente.

About O Investidor

O Investidor explica como investir corretamente em vários ativos: Ações, Forex, Petróleo, Índices, Ouro

E para começar a investir já hoje, fizemos uma parceria com a PLUS500 para lhe oferecer 25€ gratuitamente!

Clique aqui para ganhar 25€ e começar a investir agora

Leave a comment

Your email address will not be published.

*