Deixe o cartão de crédito no Natal

Todos os anos temos de comprar presentes de natal e muitas pessoas recorrem ao cartão de crédito para estas compras, bem como a comida, as decorações e até a árvore de natal. Quando acaba o natal, somos assombrados pelo fantasma das dívidas dos últimos natais em que fizemos isso.

Eliminar ou consolidar a dívida do cartão de crédito

Muitas pessoas optam por ter um crédito consolidado que inclua também as dívidas dos cartões de crédito. Isto significa mensalidades mais baixas, o que é positivo, mas também prazos muito maiores para terminar os pagamentos das dívidas, o que é negativo.

Enquanto a consolidação do crédito pode ser positiva para aliviar um pouco a carga das dívidas, o objectivo deverá ser a eliminação das dívidas para sempre.

Uma das formas de ter maior consciência do custo que faz com o cartão de crédito é multiplicar por 5 o custo da prenda de natal que quer comprar. Isto fará com que tenha uma noção do valor a mais que paga por um artigo que inicialmente até parece barato.

Todos nós gostaríamos de ter um aumento significativo no salário, no entanto não nos apercebemos que não comprando a crédito significa termos um salário a mais no banco.

Mesmo no crédito à habitação, mais de metade da mensalidade na primeira metade dos anos de empréstimos são para mandar fora, porque não está a abater quase nada a casa que comprou. Imagine esse dinheiro a ficar todos os meses na sua conta bancária. Com o cartão de crédito, isso ocorre com juros ainda mais elevados.

A melhor forma de não recorrer ao cartão de crédito para o natal é planear as despesas que vai ter no ano seguinte. Quando acabar o próximo natal anote as despesas dos presentes de natal, das decorações e comida de natal e de tudo o mais que esteja relacionado. Divida depois esse valor por 12 meses e fica a saber quanto tem de poupar por mês para conseguir chegar ao ano seguinte e comprar tudo em dinheiro. O melhor é até escolher uma conta a prazo que dê alguns juros durante esse período, por mais pequenos que sejam. Mais vale pouco do que nada.

Se acha que não consegue fazer isso todos os meses, então é ainda mais importante fazer este exercício porque senão vai chegar ao próximo natal e descobrir que tem de recorrer outra vez ao cartão de crédito pelos maus motivos. Aprenda como fazer um orçamento familiar para conseguir.

Feliz Natal sem cartão de crédito

Pense que o facto de não ter de pagar juros para um cartão de crédito vai fazer com que tenha cinco vezes mais dinheiro para gastar no próximo natal. Isso traduz-se em melhores prendas de natal ou mais poupança para si.

Controle os seus gastos e aprenda como utilizar o cartão de crédito em seu benefício, porque poderá ganhar dinheiro com ele. Mas utilizá-lo para pagar o natal às prestações, é má ideia.

About Finanças Pessoais
Aqui vai encontrar as melhores informações sobre Finanças Pessoais. Aprenda a poupar, a ganhar, a investir, a viajar e muito mais...

Leave a comment

Your email address will not be published.

*