Onde investir o seu dinheiro

Se já sabe porquê investir e quando investir, é preciso aprender onde investir o seu capital, porque existem várias categorias de investimentos e dentro dessas categorias existem centenas de escolhas, por isso encontrar o mais indicado para si não é uma tarefa assim tão simples.

A característica que mais influencia o crescimento da sua riqueza futura é a taxa de valorização que recebe no capital inicial dos investimentos.

Investir a curto prazo

Se tem capital que deseja investir mais vai necessitar de o utilizar durante os próximos meses, opte por contas a prazo, que garantem um retorno fixo e sem riscos apesar de terem taxas de juro baixas, mas são sempre preferíveis a deixar o dinheiro desvalorizar numa conta à ordem ou, ainda pior, em casa.

Existem também os fundos financeiros de investimentos a curto prazo, como obrigações, que normalmente conseguem maiores valorizações do que as contas a prazo.

Investir a longo prazo

Se tem dinheiro para investir e não vai precisar de o utilizar nos próximos anos (excepto em situações de emergência) pode optar por obrigações, que garantem boas rentabilidade a longo prazo com um risco baixo. Depois existem as acções, que representam uma parte da empresa à qual adquiriu as acções e podem valorizar se a empresa valorizar ou ter o comportamento inverso. Historicamente, as acções conseguem excelentes valorizações a longo prazo, por isso deve comprar as acções, ir analisando mas deixá-las ficar no mercado durante vários anos (pelo menos cinco anos).

Para quem prefere ter a ajuda de um profissional, existe a opção de comprar fundos de investimento, que são geridos por correctores que podem comprar acções, obrigações ou qualquer outro activo que ele pense poder valorizar o fundo. Desta forma, passa a responsabilidade da gestão do fundo de investimento para esse profissional, mas deverá sempre manter o fundo debaixo de olho. Aqui, depende muito da qualidade do investidor, porque a maioria não consegue valorizações superiores à valorização dos índices.

Existem ainda produtos financeiros relacionados com a poupança e investimento para a reforma. Estes produtos permitem que transfira dinheiro regularmente, onde é depois investido com maior ou menor risco, consoante o tipo de poupança reforma que escolher, porque podem ser investidas em acções, obrigações, etc. Alguns desses produtos permitem levantar o dinheiro para situações especiais sem perder os benefícios.

Como vê, existem duas formas de investir. A curto prazo, onde deve optar por aplicações com menor risco (normalmente com menor valorização) e a médio ou longo prazo com aplicações com maior risco e maior potencial de valorização. Escolha onde investir e comece imediatamente.

Se quer aprender mais sobre investimentos na bolsa, veja como investir em acções.

About O Investidor

O Investidor explica como investir corretamente em vários ativos: Ações, Forex, Petróleo, Índices, Ouro

E para começar a investir já hoje, fizemos uma parceria com a PLUS500 para lhe oferecer 25€ gratuitamente!

Clique aqui para ganhar 25€ e começar a investir agora

Leave a comment

Your email address will not be published.

*