Controle Financeiro: Pague-se a si primeiro

Como já aqui foi mencionado noutros artigos, uma das regras de poupar dinheiro (e até ficar rico) é pagar-se a si próprio assim que recebe o seu salário. Desta forma consegue um controle financeiro que o obriga a ‘sobreviver’ até ao final do mês com o dinheiro que sobrar.

A regra é muito simples: antes de pagar qualquer tipo de despesa (alimentos, habitação, electricidade) tire uma percentagem do dinheiro para poupar. Com esta fórmula é impossível não conseguir poupar dinheiro.

Porquê pagar-se a si mesmo primeiro?

Quando sai de casa dos pais, pode vir já com dívidas para começar uma vida independente. Uma casa, um carro e até algum empréstimo pessoal. Por isso quando chega ao final do mês já não tem dinheiro para poupar. No entanto, esse é o problema: a grande maioria das pessoas só poupa o dinheiro que fica no final do mês. Como depois não consegue controlar-se nos gastos não essenciais, acaba por ficar sem dinheiro para pôr de lado.

Tem de acabar com essa atitude imediatamente, porque vão existir sempre desculpas para não poupar dinheiro logo no início.

Existem pelo menos três razões pelas quais deve começar já a ter um controle financeiro retirando parte dos rendimentos inicialmente.

Mentalização para a poupança

Quando começa o mês a poupar dinheiro, passa a atribuir às poupanças a maior prioridade das duas finanças pessoais.

Começa a colocar-se a si (e à sua família) à frente das empresas de electricidade, da água ou da televisão por cabo.

O resultado deste acto vai fazer com que comece a sentir-se mais motivado para ir aumentando a percentagem de dinheiro que coloca de lado.

Encorajar bons hábitos de controlo financeiro

A maioria das pessoas gasta dinheiro na seguinte ordem:

  1. Contas para pagar
  2. Diversão
  3. Poupança

Como a categoria diversão pode tirar-lhe todo o dinheiro, não é de surpreender que fique com nada no final do mês.

Considere a seguinte ordem de gastos:

  1. Poupança
  2. Contas para pagar
  3. Diversão

Assim irá fazer uma gestão mais racional das suas despesas, e caso falte dinheiro no final do mês será para diversão. Em vez de ir passar mais um fim-de-semana fora, terá de esperar pelo próximo salário.

Aumentar a sua segurança financeira

O principal objectivo é conseguir poupar o máximo dinheiro possível para que você e a sua família não sejam apanhados desprevenidos nalguma situação desagradável no futuro.

O leque de opções aumenta bastante quando passa a ter uma ‘almofada financeira’. Pode usar o dinheiro para planear a compra de uma nova casa, de um carro ou para planear a sua reforma.

Como se pagar a si próprio?

A melhor forma é tornar este gesto de poupança o mais simples possível. Se puder coloque-o automático, assim quando olhar para o seu saldo bancário esse dinheiro já lá não estará e nem dará por falta dele, porque ficará habituado a viver com menos do que ganha.

Se tornar o processo complicado só irá estar a dar desculpas para não o fazer. Se todos os meses receber o salário, tiver de ir ao banco levantar o dinheiro e depois ir a outro banco depositá-lo, assim que se aperceber já passaram algumas semanas e pensará que já não vale a pena poupar esse mês.

Coloque esse dinheiro numa conta com o máximo de juros que conseguir, já sabe que para ficar rico contará sempre com a ajuda dos juros compostos.

A principal barreira que existe para começar a poupar dinheiro em primeiro lugar é descobrir onde vai encontrar o dinheiro para isso. Muita gente acha impossível, no entanto não há ninguém que não consiga poupar 1% do seu salário por mês. Muitas pessoas poderão pensar que isso é muito pouco para conseguir juntar algum dinheiro. Embora seja verdade, esse é o primeiro passo para aumentar a percentagem de dinheiro que poupa mensalmente.

Se começarmos a olhar para 5% ou 10% do salário já começamos a ter uma ideia de onde a poupança nos pode levar e até onde pode crescer.

Se poupar dinheiro no início e fizer um orçamento pessoal vai conseguir ter um excelente controlo financeiro do seu dinheiro.

About Finanças Pessoais
Aqui vai encontrar as melhores informações sobre Finanças Pessoais. Aprenda a poupar, a ganhar, a investir, a viajar e muito mais...

4 Comments on Controle Financeiro: Pague-se a si primeiro

  1. Andreia // 11/08/2008 at 23:42 //

    Boa noite, Luís.
    Tenho seguido atentamente o seu site e tentado implementar alguns dos conselhos referidos no mesmo. Mas não é fácil, sobretudo quando uma pessoa se sente a “resvalar” para uma situação que não controla…
    Desculpe este desabafo,

    Andreia

  2. arabela Maria Martins Braz da Rosa // 03/11/2010 at 13:15 //

    Estou fazendo um esforço no sentido de seguir os conselhos. Achei muiti interessante a ideia de de pagar a mim mesma.

    Arabela

  3. Angela // 05/09/2011 at 23:57 //

    Poupar mesmo quando nada sobra?! É possível?! Colocar dinheiro na poupança,antes de tudo? vou tentar.Muitos anos ,desemprego do cônjuge,obra,etc… Muita dívida,mas vou tentar.

  4. Evandro Soares Santos // 10/02/2012 at 09:49 //

    Bom dia Luís! Quero parabenizá-lo pela redação do artigo e pelas orientações nele contigo. De fato, e necessário mdisciplina nas mais variadas áreas da nossa vida, ainda mais quando o assunto é finanças. As facilidades do crédito hoje faz com que muitos consumidores acumulem muitas prestações que acabam por comprometer o orçamento. Sua orientação sobre o “paguar-se a si primeiro” é muito preciosa. Parabéns.

Leave a comment

Your email address will not be published.

*